Padre desenvolve vacina contra Covid-19 para os pobres

Entrevista exclusiva a Aleteia: “Todos deveriam se vacinar para se proteger e também proteger os seus entes queridos”

Jesús V. Picón - publicado em 04/02/21

Padre Nicanor Robles Austriaco tem dupla nacionalidade, filipina e norte-americana. Além de ser cientista, microbiologista e professor, ele é padre da ordem dominicana. Seu projeto de pesquisa se chama Pagasa, que em filipino significa Esperança. Se for um sucesso, esta vacina seria uma grande esperança para milhões de pobres no mundo e para a população em geral. Ele concedeu esta entrevista exclusiva para Aleteia.

Padre Nicanor muito obrigado por esta entrevista para Aleteia. De onde o senhor é?

Sou um padre filipino da ordem dominicana. Também sou biólogo molecular e passei os últimos 20 anos usando células de levedura para estudar a base molecular do câncer.

Qual foi a sua primeira vocação, para o sacerdócio ou para a ciência? Não é “estranho” ser padre e cientista?

Conheci Nosso Senhor quando fazia meu doutorado (Ph.D.) em Biologia no MIT (Massachusetts Institute of Technology), nos Estados Unidos. Então, me tornei cientista antes de ser ordenado sacerdote. É “estranho”, mas não precisa ser. Como São João Paulo II lembrou à Igreja, a fé e a razão são dons de Deus.

Como você descreveria a Covid-19? É uma maldição? É o fim dos tempos? Este vírus é apocalíptico?

A Covid-19 é uma doença respiratória causada por um novo coronavírus que atingiu proporções pandêmicas. O mundo já experimentou pandemias antes e as experimentará novamente. As pandemias fazem parte do tecido da história. Da perspectiva teológica, elas podem ser um tempo de punição e um tempo de renovação.

As vacinas desenvolvidas são seguras? É seguro ser vacinado? Os católicos devem se vacinar?

As vacinas que são consideradas seguras durante os ensaios clínicos são consequentemente seguras. Todos devem se vacinar para se proteger e para proteger seus entes queridos.

Deus deu aos cientistas a capacidade de criar vacinas contra a Covid-19 em tempo recorde. Agora devemos usar essas vacinas para proteger os idosos e os mais vulneráveis ​​a doenças para acabar com a pandemia. Isso está sendo feito por muitos governos em todo o mundo. Sem a vacina, as pessoas continuarão a ficar doentes e algumas continuarão a morrer, especialmente os idosos.

É viável e possível desenvolver uma vacina para os pobres?

Os pobres são amados pelo Senhor. Devemos disponibilizar gratuitamente as vacinas contra a Covid-19 para eles. Esta é a medida ética a tomar, porque precisamos prover ajuda aos mais necessitados, e é a medida científica a tomar, porque os pobres geralmente vivem em áreas densamente povoadas que tendem a abrigar o vírus. Se quisermos erradicar o vírus, temos que vacinar a todos, especialmente os mais vulneráveis ​​a adoecer.

O senhor está desenvolvendo uma vacina? Como está esse processo?

Sou biólogo molecular de levedura e estou tentando desenvolver um sistema de aplicação de vacina de levedura para Covid-19 que seja mais barato e fácil de implementar do que as vacinas-padrão disponíveis hoje.

É uma ideia que pode parecer maluca, mas há muitas pesquisas científicas sugerindo que essa abordagem usando levedura poderia funcionar. Eu coloquei o meu laboratório neste projeto depois de estudar sobre os desafios que o povo filipino teria para adquirir e distribuir vacinas desenvolvidas no primeiro mundo. Iniciamos o desenvolvimento da vacina e levará muitos meses para determinar se ela é eficaz em modelos animais.

Quem financia a sua pesquisa? Quanto custará a vacina que o senhor está desenvolvendo? Já tem patrocinadores ou doadores?

Tenho uma pequena bolsa do Providence College que apoia os estágios pré-clínicos do nosso plano de desenvolvimento de vacinas. Por enquanto, o nosso principal objetivo é desenvolver o sistema e depois testá-lo em ratos para ver se funciona. Se a vacina funcionar em animais, teremos que explorar as próximas etapas. Não temos patrocinadores ou doadores no momento e não estou procurando por eles agora. Deus nos forneceu fundos suficientes para começar a obra. Sei que Ele fornecerá o que precisarmos mais tarde, se funcionar. Não temos um nome para a vacina, pois ainda a estamos desenvolvendo. O projeto se chama Projeto Pagasa, que é “esperança” na língua filipina.

Para terminar, qual o senhor considera a melhor vacina para a alma diante da depressão, da tristeza e da desesperança?

Uma amizade pessoal e íntima com Jesus Cristo, o Salvador do mundo!

Publicado em 2021-02-06

Notícias relacionadas

Sem darmos conta…

Carlos Aguiar Gomes

Não ter medo das perguntas

P. Tiago Freitas

Islamização: a mais arcaica das utopias modernas

Fernando Pinheiro

Maçonaria e democracia

Artur Soares

Passado sangrento não ofusca o futuro?

António Sílvio Couto (Pe)

Direito à vida sem dever de viver?

António Sílvio Couto (Pe)

desenvolvido por aznegocios.pt