QUARESMA/PÁSCOA

NA CIDADE

Estamos bem lembrados da forma criativa como, em 2020 e 2021, celebrámos a Páscoa. As cruzes que os moradores enfeitaram nos diversos largos da cidade lembraram o essencial: Jesus venceu a morte. E valorizou-se a relação entre vizinhos irmanados numa missão comum: dar um ar de festa à cidade porque «Jesus está vivo».

Poderemos pôr de lado esta experiência agora que nos está autorizado fazer Visita Pascal sem beijar a cruz e mantendo distanciamento?

Depois de ouvir vários grupos e perscrutar o que pelas outras paróquias se pensa fazer, damos para já como certo:

1. De imediato, sairão para a rua as 14 cruzes da Via Sacra, a espalhar pela cidade, conforme os diversos grupos de moradores, que a desejam e dela se ocuparão, assinalando o período da Quaresma em curso (cor roxa), o domingo de Ramos (vermelha) e a Páscoa (branca), sendo veneradas até ao II domingo de Páscoa (24 de abril). Assim se valorizará também o Dia de Páscoa (oitava, ou seja toda a semana como um só dia);

2. Como o Tempo Pascal se prolonga até ao Pentecostes (50 dias), sugere-se que uma cruz ornamentada passe de casa em casa, de família a família, entre vizinhos até ao domingo, 5 de junho. Pedimos às famílias interessadas que se inscrevam, comunicando a sua vontade para o cartório paroquial;

3. Pensamos na hipótese de uma Visita Pascal por todos os lugares onde se encontram as cruzes ornamentadas, como lugares de congregação de vizinhos, dado que não se permite beijar a cruz e a prudência aconselha a não aglomeração de agregados familiares. Estamos atentos ao evoluir da pandemia.

Créditos: Foto - Pixabay

Publicado em 2022-03-26

Notícias relacionadas

VAMOS ACOLHER A SENHORA DA FRANQUEIRA

6 de Agosto de 2022

RESTAURO DE ALTARES E IMAGENS

Necessidade de intervenções

CRISMA INTER-PAROQUIAL

2 de Julho de 2022

AGRUPAMENTO 13 - ALCAIDE DE FARIA

ACAGRUP, 23 e 24 de julho de 2022

CATEQUESE NO PRÓXIMO ANO

Programação

CRISMA 2022

2 de Julho de 2022

desenvolvido por aznegocios.pt